O Papel do Ego no Desenvolvimento da Alma

No sábado 31/08 realizei a palestra “O Papel do Ego no Desenvolvimento da Alma”, onde, a partir das frases que iniciam este post, a fundadora e orientadora espiritual da AD’OR - Centro de Expansão da Consciência, Saat Maet discorre sobre o processo de evolução espiritual e a importância do ego nesse processo.

Se não tem algo bom para dizer fique calado

Não se deixe levar pela tentação da fofoca, pelo prazer de trazer e levar notícias. Pelo desejo de ser a fonte do que está se passando e por isso incentivar a fofoca... Não permita que você seja um daqueles que amplia o boato. Não se deixe levar pelo julgamento apressado do que você vê e ouve.

A liberdade do Louco

Chegamos ao arcano do Louco. Um personagem solto, livre que apenas caminha. O seu caminhar o leva às vezes ao abismo, mas ele não chora a queda, nem lamenta os ataques do cachorro, ou os animais que estão abaixo e podem lhe machucar. Ele vibra com a natureza, se sente um com o Todo.

Um mergulho no mundo da Lua

A Lua é dos amantes, dos poetas, dos músicos e pintores, é dos loucos, dos cheios de vida. Ela é a testemunha da vida... Agora chegamos ao mergulho mais profundo, aquele onde nos perdemos, deixamos de existir praticamente, pelo menos enquanto o Ego que começou esse processo espiritual e de consciência. Não seremos mais os mesmos.

O Diabo: o egoísmo, o mal e o bode expiatório

Chegamos a última linha dos 22 arcanos maiores, encabeçada pelo arcano do Diabo. Uma figura que mete medo em muitas pessoas por toda a conotação mítica e religiosa que carrega. Bem, devo dizer que o Diabo no Tarot significa muitas coisas, entre elas, uma personificação do caos e da desarmonia. Não é exatamente o mal, mas podemos pensar como sendo a origem dele, de certa forma.

O ato de acender uma luz que já existe

O que vem a ser ensinar? Paulo Freire nos trouxe um método onde se busca ensinar algo a partir do universo que o próprio educando traz. É como se ele, aquele que deseja aprender, fosse construindo o seu saber, ou se dando conta de algo que estava dentro dele.

A vida é como um labirinto

A imagem acima é de um labirinto real, é o Reignac Sur Indre, em Touraine, na Franca. A imagem me remete a duas coisas. A primeira é o inconsciente. O círculo em forma de labirinto é relacionado na mitologia e na psicologia ao inconsciente. A outra lembrança é de um mestre da Kabalah do século XVIII, Rabi Moshe Chaim Luzzato, conhecido como Ramchal.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑