Você poderá querer se diluir no mar

Algumas pessoas sentem Deus, entendem que tudo está conectado, tudo é feito da mesma energia. Percebem o Criador nos animais, nas plantas, em toda a natureza, mas brigam com os seus próprios desejos, ou reclamam de como a humanidade é perversa. Questionam porque o Criador não muda o Mundo.

O pensamento negativo é como um muro

O pensamento negativo é como um muro alto, tão alto, que nem vemos o céu. Tão comprido, que não vemos o fim. Parecemos confinados numa realidade inóspita, dura, fria e desoladora. Muitas vezes incapazes de ver qualquer bem, sofrendo com nosso próprio sentimento de vítima, drama e lamentação.

O outro não é um inimigo

O inimigo não é o outro. Na verdade, invariavelmente, o inimigo somos nós mesmos. Podemos pensar que o outro nos deve algo, ou não nos dá. Podemos pensar que o outro é mau, por ele ter feito algo ou deixado de fazer.

“Tudo é vaidade”

“Tudo é vaidade” é uma máxima de Salomão, escrito em Eclesiastes. A vaidade que Salomão fala remete ao desejo de possuir, ao prazer de saber mais que outras pessoas, ter mais, ser melhor, mais forte, mais belo, mais inteligente. O desejo é de estar acima e a frente dos demais, de ser especial, diferente, incomum. De ter descoberto o melhor caminho, de ser imprescindível, de se sobressair aos demais.

O Diabo: o egoísmo, o mal e o bode expiatório

Chegamos a última linha dos 22 arcanos maiores, encabeçada pelo arcano do Diabo. Uma figura que mete medo em muitas pessoas por toda a conotação mítica e religiosa que carrega. Bem, devo dizer que o Diabo no Tarot significa muitas coisas, entre elas, uma personificação do caos e da desarmonia. Não é exatamente o mal, mas podemos pensar como sendo a origem dele, de certa forma.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑