Agora você conquistou sua auto-aprovação

Imagine que você está em alto mar, rodeado de piratas. Andando numa prancha. Lá embaixo os tubarões espreitam e você está sendo instigado a pular. Não tem importância. Sua auto-confiança é tamanha que você tem certeza que nada lhe acontecerá. Ou algo mudará o curso das coisas.

É hora de ser aprendiz novamente!

Quantas vezes na vida teremos que recomeçar? A vida é feita de ciclos com etapas determinadas de começo, meio e fim. Nesses ciclos quem não estiver preparado para se readaptar, fica pelo caminho, engessado num formato, aprisionado no passado.

Você não é o que possui

O Cinco de  Ouros chega com a queda. Normalmente, é um momento de perdas e dificuldades. Perdemos a confiança e a fé em nós (e parece que as outras pessoas também). Às vezes, o sentimento de inveja e ciúme, de querer manter uma posição a qualquer custo nos leva ao erro.

O Quatro de Ouros e o avarento

O Quatro de Ouros é uma imagem muitas vezes relacionada com o avarento, o possessivo, o ciumento e invejoso, que olha a criatividade do outro como um obstáculo. A criatividade do outro não é um desafio que o estimula, ele teme perder o seu posto, os aplausos, teme que suas posses possam ser ameaçadas pelas qualidades alheias.

O naipe de Ouros, a Terra

A Terra é um elemento duro, mas passível de ser moldado. Ela pode ser moldada pela água, pelo ar e pelo fogo. A Terra é um elemento construtor e solidificador. Ela possibilita que seja plasmada no plano físico a realidade.

Em qual dimensão você vive?

De acordo com Liz Greene, no livro Tarot Mitológico, os quatro naipes do Tarot, simbolizados pela taça, bastão (ou caduceu), espada e moeda, descrevem as experiências nas quatro esferas da vida, abrangendo todas as facetas das experiências no plano terreno.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑