Se não tem algo bom para dizer fique calado

Não se deixe levar pela tentação da fofoca, pelo prazer de trazer e levar notícias. Pelo desejo de ser a fonte do que está se passando e por isso incentivar a fofoca... Não permita que você seja um daqueles que amplia o boato. Não se deixe levar pelo julgamento apressado do que você vê e ouve.

É hora de arrancar os padrões mais profundos

Há padrões dentro de nós tão profundos que para serem quebrados, ou arrancados, precisamos viver um grande choque. Esse choque pode ser a constatação de um autoengano sobre nós mesmos. Podemos ter acalentado durante muito tempo, como uma certeza, que iríamos alcançar um determinado objetivo.

É hora de tomar uma direção

O arcano diz que qualquer que seja a escolha o resultado trará problemas... Se não houver a ação, aquilo que consideramos que precisa ser equilibrado ou ajustado, não será resolvido, e ficaremos presos na agonia da nossa própria consciência e do que vemos ou sabemos.

Os fins não justificam os meios

Chegamos ao Sete de Espadas. O sete, normalmente, nos coloca numa situação difícil. Às vezes precisamos fazer algo que consideramos que não está muito certo. E realmente ficamos no limiar do que é moral e do que é amoral, e podemos carregar a sensação que não estamos sendo completamente honestos com o outro.

A serenidade vem da compreensão

Saat Maet me ensinou que temos serenidade quando compreendemos o motivo das coisas. Encontramos a paz quando andamos com consciência do saber. Ao saber conseguimos ter a calma de esperar os acontecimentos e o amadurecimento das coisas.

A crença limita nossa realidade

Na vida nunca foi uma questão de ganhar ou perder! Sempre foi, é, e será, de aprender. E, ao aprender, poder se libertar da Roda das Encarnações. A questão é que muitas vezes nos vemos presos a crenças de como devemos ser e de como as coisas devem acontecer. Essa projeção de nossa auto-imagem e... Continue lendo →

Depois de ferir, não há como fazer o tempo voltar

O Três de Espadas é o conflito expresso, e este conflito deflagra as incompatibilidades. Revela sentimentos, ações e palavras que não vão causar outra coisa além de dor e tristeza. O Três de Espadas fala de ressentimentos anteriores, angústias não diluídas e escolhas feitas em algum momento que vão levar à destruição.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑