É preciso manter o movimento…

A imagem da bicicleta é bastante ilustrativa. Se pararmos de pedalar, vamos cair, para manter o equilíbrio é preciso continuar. O arcano da Temperança ensina sobre o fluxo contínuo. Ela tem dois jarros dos quais verte um líquido permanentemente. Passando de um para o outro. A imagem lembra um processo de esfriamento, quando uma água quente é colocada em movimento de um recipiente a outro com o intuito de torná-la morna.

O pedido, o anjo e a graça

Os anjos vêm ao mundo ao ouvir as orações dos homens. E a oração tanto é o pedido explícito dirigido ao alto, quanto a meditação, ou até o esforço sincero por vencer um obstáculo, uma dificuldade interior. O intuito é de crescer e ser melhor.

É preciso mudar de ângulo para ver a ilusão

É preciso sair da posição de vítima. Há pessoas que vivem acreditando que o mundo lhes deve algo, e elas estão constantemente reclamando do mundo. É preciso deixar de acreditar que os outros são injustos e não reconhecem nossos esforços e empenho. Às vezes, estamos tão mergulhados no sofrimento de nos ter sido negado algo, que não conseguimos ver mais nada além.

A entrega no arcano do Enforcado

O arcano do Enforcado, ou O Pendurado, traz um aprendizado difícil e ao mesmo tempo profundamente elevado. O arcano é relacionado, esotericamente, com duas figuras emblemáticas: Jesus e Judas. Vocês podem perguntar o que os dois têm em comum. Para o esoterismo cristão, muito, e para a Kabalah Cristã também.

Unanimidade, um dos frutos do amor

A unanimidade faz parte de um processo de expansão da consciência e reflete uma vibração elevada, ao contrário do que disse o dramaturgo Nelson Rodrigues quando afirmou que "toda unanimidade é burra!". A unanimidade é fruto da sabedoria. Contudo, as duas afirmações podem ser verdadeiras.

Não repita o filme

A Roda da Fortuna fala de nossas heranças genéticas e psicológicas e diz que temos aprendizados a serem feitos. Esses aprendizados vão se repetir continuamente até que possamos nos dar conta dele e façamos algo para mudar. Até que demonstremos que já aprendemos. Isso lembra aqueles filmes em que as pessoas ficam presas num dia que se repete a exaustão.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑