Você poderá cair de qualquer patamar da escada

A queda não é uma prerrogativa de quem está embaixo. O arcano da Torre nos alerta para a construção equivocada de um ideal, onde os sonhos se tornam mais verdade do que a própria verdade. Nos alerta para a cegueira do orgulho, da prepotência ou de nos acharmos tão superiores e andarmos de cabeça empinada que deixamos de ver uma casca de banana no chão.

Continuar esticando a corda, não é a melhor opção

Às vezes, esticamos demais a corda. Levamos as situações ao limite, criando uma tensão exacerbada. E a tensão, invariavelmente, se volta contra nós. É como uma força desprendida num cabo de guerra, ou num elástico, puxamos até o limite e uma hora o cabo, ou o elástico, vai se partir e levaremos uma "chicotada". Sairemos machucados.

Uma construção sem base caíra na primeira onda

Não construa sonhos irreais. Não construa castelos de areia... na vida. Às vezes desejamos tanto algo que nos apegamos a qualquer pedaço de promessa... qualquer sinal, mesmo que falso, que teremos o objeto do desejo. Esse pedaço pode ser um beijo roubado, um olhar, um abraço, uma palavra, tudo serve como um sinal, uma possibilidade que aponta para aquilo que queremos viver, para aquilo que imaginamos.

A Torre e o mal humano

O arcano da Torre nos pede para largar controle, medos, críticas e, principalmente, o orgulho. É como se o muro de negatividade do Diabo, com crenças construídas por anos, tivesse nos encerrado dentro de uma torre, nos isolando do resto do mundo.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑