Depois de ferir, não há como fazer o tempo voltar

O Três de Espadas é o conflito expresso, e este conflito deflagra as incompatibilidades. Revela sentimentos, ações e palavras que não vão causar outra coisa além de dor e tristeza. O Três de Espadas fala de ressentimentos anteriores, angústias não diluídas e escolhas feitas em algum momento que vão levar à destruição.

Trazer à tona o conflito, talvez seja o único benefício deste arcano, já que a dor e a tristeza alcança a todos que o estão vivendo. Quem foi ferido sente a dor do ferimento e a tristeza de ver o engano, a raiva e a incompreensão nos olhos de quem feriu. Não consegue entender o porquê da ação.

Quem feriu coloca a cabo sua vingança, indignação, crença e raiva, mas o que sobra na boca é um gosto amargo e a sensação que nada foi tão libertador e vitorioso como se imaginava e desejava. Uma tristeza profunda se abate sobre quem feriu. Ele deve se questionar sobre qual foi a necessidade de fazer o movimento e o ferimento, a sua necessidade, sem justificar sua ação na outra pessoa.

Claro que haverá justificações mentais dizendo que o outro mereceu o ferimento, mas algo sempre ficará solto nas argumentações, como se o julgamento e as palavras e justificativas lógicas caíssem no chão fazendo um baque surdo, como se estivessem mortas… O agressor precisa olhar para suas mesquinharias, revanchismos, orgulho e raiva. Nada justifica fazer o outro sentir dor.

Agora está na hora de ver, reconhecer, admitir e transformar aspectos da própria personalidade. De entender qual foi a escolha feita lá atrás que o trouxe até a necessidade de ferir ou destruir o momento presente. É hora de pedir perdão e de perdoar, de mudar as escolhas interiores e quebrar os padrões mentais.

Todavia, o Três de Espadas aponta para as forças universais que foram colocadas em movimento. A Justiça, inevitavelmente, irá ter que agir com a Lei, para restabelecer a balança cósmica. Assim, não há como escapar da correção, mais cedo ou mais tarde.

Junto com a Justiça outra força colocada em movimento são as Fúrias. As Fúrias são uma força mítica que atacará quem cometer um “crime”, podendo levá-lo a loucura, o envolvendo em culpa, remorso e dor.

Tudo isso é alegórico, mas também tem uma força energética profunda que causará muito sofrimento e dor no percurso. A campo mental precisa conseguir transformar suas crenças para escapar do turbilhão das Fúrias ou poderá ser engolido por ele…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: