Um mergulho no feminino interior

Todos nós precisamos em algum momento mergulhar no nosso próprio feminino. Independente de sermos homens ou mulheres, ou nos identificarmos ou não com um gênero ou outro, todos temos o Yin e o Yang, somos introspectivos, introvertidos e extrovertidos. Somos de ação e reação, estamos mais para dentro ou mais para fora de nós mesmos. 

O amor e o autoconhecimento

O caminho espiritual ensina que é preciso que cada um de nós chegue ao amor ao próximo. Mas para amar ao próximo, primeiro é preciso amar a si mesmo. Minha mestra, @saatmaet, me ensinou que para me amar eu preciso me conhecer.

Não adianta lutar, você será derrotado

Há lutas que são infrutíferas. Na verdade há lutas que entendemos que devemos abandonar. Porque consideramos inevitável, mas vai além dessa percepção. Às vezes é preciso saber quando baixar as armas, se render, permitir a morte. Só largando a própria vontade é que conseguimos de fato chegar para além do egoísmo.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑