Deixe fluir as emoções (Let the emotions to flow)

Chegamos ao “reino” das águas. O naipe de Copas. Devemos buscar entender a linguagem das águas, a linguagem de nossas emoções. Na Kabalah e na Sabedoria Egípcia, aprendi que as nossas emoções são inteligentes. Elas têm um pensamento e nos querem dizer algo…

Talvez seja difícil entender esse conceito, mas pensem que temos o plano mental, emocional e espiritual. Cada um desses planos têm uma forma de pensar e de se expressar. Para nós o plano mental é o mais obvio na sua forma. Mas o plano espiritual também tem seu pensamento assim como o emocional.

Que maravilha seria se pudéssemos pelo menos entender como nossas emoções (nossas águas interiores) pensam e poder crescer utilizando a sua inteligência como uma aliada?

O aprendizado da emoção talvez seja um dos mais difíceis. Normalmente, as emoções nos deixam inseguros, medrosos, ansiosos…

Talvez isso seja assim porque queremos controlar as águas. As águas nem sempre têm um caminho lógico. Se você jogar uma água no chão ela percorrerá o caminho dela, não necessariamente o que você traçou anteriormente. Com as águas há sempre surpresas. Mas devemos apenas aprender a entender o seu percurso e não querer controlar o que não pode ser controlado. Isso significa também que não devemos impedir a água (as emoções) de fluir.

Pensem nas emoções como águas interiores jorrando, como um rio. Esse rio tem um curso próprio que deve ser mantido. Toda vez que queremos conduzir o curso do rio ou represar as águas, obstruímos o veio natural e primordial. Deixamos de aprender e de fluir.

Permita-se sentir, não tenha medo. Ao permitir o fluxo dessas águas interiores conseguimos acessar o plexo cardíaco e o amor incondicional. Um amor universal que une a todos nós num só propósito. As águas interiores realmente não são fáceis, mas elas abrem as portas para a fé, a conexão com o Eu Superior e o divino.


 

We come to the “kingdom” of the waters. We must seek to understand the language of the waters, the language of our emotions. In Kabalah and in Egyptian Wisdom, I learned our emotions are intelligent. Her have a thought and want to tell us something.

It may be difficult to understand this concept, but think that we have the mental, emotional and spiritual plan. Each of these plans, according the Kabalah, has a way of thinking and expressing itself. For us the mental plane is the most obvious in its form. But the spiritual plane also has its thinking, as the emotional one.

How wonderful would it be if we could at least understand how our emotions (our inner waters) think and to have their intelligence as an ally?

Emotional learning may be one of the most difficult. The emotions make us insecure, afraid, anxious …

Maybe either this way because the waters they do not always have a logical path. If you throw a water on the ground it will make the course, not necessarily what you drew earlier. With the waters there are always surprises. But we should only learn to understand their course and not want to control what can not be controlled. This also means that we should not prevent water (the emotions) from flowing.

Think of your emotions as flowing waters, like a river. This river has its own course that must be maintained. Whenever we want hold back the course of the river or dam the waters, we obstruct the natural and primordial vein.
We stop learning and flowing.

Let yourself feel, do not be afraid. By allowing the flow of these inner waters we can access the cardiac plexus and unconditional love. A universal love that unites us all in one purpose. The inner waters are not really easy, but they open the doors to faith, the connection with the Higher Self and the divine.

 

Um comentário em “Deixe fluir as emoções (Let the emotions to flow)

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: