O prazer viciante do sucesso

O sucesso pode ser inebriante. Dá aquela alegria contagiante que rouba a razão.
Podemos acreditar que sempre estaremos no topo. Desejar para sempre a adrenalina viciante… A tentação de tê-la a todo instante pode fazer com que venhamos a perder o foco. Queremos continuar vencendo, e esquecemos o real propósito da vitória.

A vitória deve ter um sentido para a vida, como uma conquista interior ou a realização exterior. Mas o que acontece fora de nós tenderá sempre a ser um reflexo do que se passa dentro de nós, se desejamos ardentemente nos manter no topo, no fundo, no fundo, expressamos uma carência, ou uma possível falha de caráter. Existe uma dor interior que vem para fora com o desejo de possuir o externo. A aventura em busca dessa possa e de mantê-la nos causará mais dor e sofrimento…

Assim, o Três de Ouros exulta com os primeiros ganhos e se enche de ambição, ele vê a meta ao seu alcance e deseja ir além dos seus próprios limites, sua ambição pode lhe cegar e torná-lo prisioneiro do jogo de ilusão do mundo, dos desejos materiais, dos louros, dos aplausos, de todos lhe verem permanentemente como vitorioso e líder. Apesar de ser o auge de uma primeira etapa, esta é também a primeira prova.
O três de ouro representa o momento de saborear a primeira vitória de uma empreitada, mas os empecilhos estão logo adiante. Afinal, estamos realmente dispostos a ir até o final? E se a subida for muito íngreme? E se você comer todos os louros dessa primeira vitória e não sobrar nada para lhe estimular nos dias que se seguirem? E se o preço a ser pago lhe roubar os valores mais sagrados. No três começam a despontar as sementes da personalidade que serão os empecilhos para chegar no 10.
A dica para quem chega na primeira vitória de um projeto é: festeje, aproveite a primeira vitória, e que ela lhe impulsione para avançar mais além, mas cuidado com o que você almeja. Na verdade a questão seria: cuidado, pense por que você almeja… Há ainda outra questão, na Kabalah se diz que estão programados na obra os obstáculos. Após o primeiro sucesso, surgirá, inevitavelmente, o primeiro obstáculo. Como vamos encará-lo é essencial para o verdadeiro sucesso da obra como um todo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: