A andorinha anuncia a chegada da Alma

Uma andorinha só não faz verão“, o ditado nos informa que as andorinhas anunciam o verão e que não adianta a chegada de uma isolada, é preciso que muitas tragam consigo o sol. No meu caminho espiritual também já ouvi que uma andorinha só não apaga o fogo na floresta. Ainda que ela saiba que deve fazer sua parte levando a água sobre as asas, enquanto o elefante brinca distraído no rio…

No Antigo Egito a andorinha estava relacionada com a grandeza, a beleza, a graça. Nomes também relacionados com o sagrado. Na Torah, a andorinha está ligada ao Templo e a proximidade ao Criador. Se diz que esses pássaros faziam seus ninhos nos telhados dos templos e, enquanto os sacerdotes iam e vinham, esses pássaros eram moradores residentes.

Já escrevi em outros posts que no Antigo Egito a Alma era relacionada com um pássaro. Eles entendiam que ela voa, é livre, não está presa a realidade terrena, vê das alturas. Na Torah se fala também algo como se as qualidades da andorinha afastassem o mal. Afinal, o que é o mal senão laços de rancor, raiva, orgulho perpetrados numa vida, tão arraigados que são passados para os descendentes? Histórias mal costuradas, cheias de lacunas, feitas de egoísmo.

O sol libera… A dica das andorinhas passa pela velocidade, é como se dissessem: sejam rápidos ao colocar em prática o aprendizado, rápidos na liberação de sentimentos que aprisionam. As andorinhas cantam com um misto de potência e suavidade, misturando força e delicadeza. Talvez isso nos diga que é preciso ser firme no propósito da implantação da verdade em nós (não nos outros!), mas não esquecer de sermos também amorosos, suaves e doces (com todos, inclusive conosco).

Uma andorinha só não faz verão, talvez signifique que devemos olhar ao nosso redor, nos importar com os demais, parar de julgar quem está certo ou errado. Sermos abertos, dar passagem no trânsito, abrir a porta, sorrir, ver o melhor no outro, não o pior. Ainda que lá esteja o pior, às vezes é preciso não ver. É preciso apostar na luz. Buscar a luz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: