Você não vê, mas não significa que não está lá

Só porque não se consegue ver algo, não significa que não exista, nem que não esteja lá. Às vezes passamos dias sem ver uma mudança em uma pessoa, mas ela pode ter acontecido sem que nos déssemos conta. Algumas pessoas não percebem a mudança de um corte de cabelo, de uma forma de reagir.

Há pessoas tão distraídas que podem chegar ao extremo de passarem dias até se darem conta que um colega de trabalho foi demitido. Até acham que algo está diferente, mas não param para pensar o quê. Estão tão voltadas para o seu próprio sonho, para o seu próprio umbigo, que não olham para a realidade como ela é, apenas para como acreditam que é.

Um amigo costumava pensar que a realidade não continuava existindo caso ele não estivesse presente. Para ele, assim que virasse as costas a realidade se desfazia. A verdade é que o universo continua existindo mesmo depois que nós morremos. Quem desaparece somos nós. Nós somos esquecidos, o mundo se transforma em outra coisa, mas continua existindo, enquanto nossa identidade aqui desaparece.

Assim, se enclausurar atrás de vendas, de véus, fechar os olhos, ou se esconder daquilo que nos causa dor, sofrimento ou medo, não muda o fato dessas coisas continuarem existindo. Não muda o fato delas até começarem a se aproximar de nós e em algum momento nos assaltarem.

Fechar os olhos só nos faz ser pegos de surpresa, quando poderíamos estar melhor preparados para enfrentar o que quer que fosse, se as estivéssemos encarando desde o princípio. É muito melhor tirar a venda e olhar de frente para onde estamos caminhando, do que andarmos feitos cegos. Com medo de tocar no assunto ou de saber a verdade.

É melhor encarar o mal que ronda e pensar como poderemos resolvê-lo, entendê-lo e nos precaver, do que temê-lo. O arcano da Torre nos fala do mal de chegar a algum lugar sem prestar atenção real quais os passos que nos fizeram chegar lá.

Num outro nível, o arcano nos fala que podemos achar que já conquistamos algo. Por exemplo, podemos nos achar curados do orgulho, da raiva, da mágoa ou de uma reação invejosa. Contudo, é preciso saber claramente como mudar a reação, transformar o sentimento, mudar o estado, se não soubermos como chegamos num determinado nível ou mudança, é possível que não tenhamos chegado de fato nela. Pode ser uma ilusão. Não basta ler um livro para apreender a sabedoria dele, temos que vivê-la no dia a dia.

O arcano nos lembra que o caminho não pode ser artificial, nem só intuitivo, o crescimento é prático e real, deve ser plasmado, realizado no plano físico.

É preciso ver a verdade como ela é. Essa é a única forma de crescer de fato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: