A entrega no arcano do Enforcado

O arcano do Enforcado, ou O Pendurado, traz um aprendizado difícil e ao mesmo tempo profundamente elevado. O arcano é relacionado, esotericamente, com duas figuras emblemáticas: Jesus e Judas. Vocês podem perguntar o que os dois têm em comum. Para o esoterismo cristão, muito, e para a Kabalah Cristã também.

Jesus tinha uma missão dolorosa, seria crucifixado. Judas entregaria o mestre e depois, corroído pelo remorso, tiraria sua própria vida. Se todos estamos destinados a algo, aquele que cruza o caminho de um Iluminado e é destinado a lhe trair, tem um papel importante na missão do mestre, ainda que extremamente abjeta.

O escritor Níkos Kazantzákis, ao escrever “A Última Tentação de Cristo“, aponta para uma missão conjunta dos dois. O que cada um tinha que fazer para realizar o arquétipo divino era uma ação dilaceradora. Jesus seguiria de boa vontade ao abate e Judas o levaria, o trairia com um beijo. Tomando por exemplo esses dois personagens bíblicos, podemos desvendar a figura do arcano.

Alguém pendurado que não mostra resistência, na verdade, parece tranquilo na sua posição, apesar da posição parecer incômoda. A figura não tem apoio físico claro, seus pés estão para o alto, como se seu chão fosse o céu. Todo seu apoio está no sagrado. Sua cabeça iluminada doa seus dons à terra. Ele entrega seu conhecimento e sua vida aos demais.

A posição exige sacrifício voluntário. Sacrifício de tempo, esforço, empenho em prol da Vontade do Alto. Significa também que ninguém faz nada sozinho, dependemos dos outros para construir uma obra de elevação que reverencie o Eterno. Essa interligação com o próximo está desde os ensinamentos que eles (nossos companheiros de jornada, o tal do próximo) nos trazem através de suas intervenções, passando pelos eventos que cruzam nossos dias e cotidiano, até o ensinamento que é repassado do Iluminado, ou do mestre, para nós.

Como diz o Cristo: uma semente precisa encontrar solo fértil para florescer. Se a semente cair no solo e não morrer, não brotará.

Se a semente não brotar, a semeadura terá sido em vão? Claro que o Iluminado não pensa nisso, ele semeia porque é o seu trabalho. Mas ele depende que nós coloquemos as sementes no coração e deixemos a árvore crescer grande e frondosa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: