Um ato de agradecimento

Toda vez que vamos nos alimentar, devemos buscar fazer um ato de gratidão. Agradecer a Terra por permitir que o grão morra em seu solo e nasça enquanto semente, broto, planta e fruto. Agradecer aos agricultores que cultivam a terra, aos que colhem. Agradecer a todos que de alguma forma proporcionam que o alimento chegue até nossa casa. Agradecer poder ter o alimento e meios de prepará-lo. Agradecer a força e a boa vontade daquele que o preparou e o prepara a cada dia.

Não devemos escrever dos animais e as plantas que servirão de alimento. Agradecer ao animal ou a planta que foi sacrificada para que pudéssemos nos alimentar dele. Que esse ser possa viver de alguma forma dentro de nós. E que nós possamos nos comprometer que seu sacrifício não será em vão, ele poderá evoluir conosco. E isso significa que nos comprometemos com ele que iremos continuar evoluindo.

Dentro da intenção desses agradecimentos, devemos colocar também o desejo que todos que em algum lugar do mundo passam fome possam receber também o alimento e um pouco da energia que esse alimento nos dará.

Essa é uma oração que deve ser feita como um rito diário, em todas as refeições. Uma prática silenciosa, rápida e profunda. É um ato de conexão, entrega e reconhecimento que estamos todos unidos. Somos todos um e interdependentes. É um ato de profundo agradecimento pela benevolência do Criador.

Isso também é o arcano da Imperatriz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: